7 Momentos Marcantes na História das Olimpíadas

Autor:

24 jun , 2016  

Está chegando o dia em que o Brasil terá a honra de sediar as Olimpíadas Rio 2016 e orgulhosamente ser o primeiro país da América do Sul a receber o maior evento esportivo do mundo.

Agora falta pouco para que os jogos comecem, e em meio à reta final a ansiedade tende a ser a maior companheira dos atletas. Na contagem regressiva, eles batalham para corrigir as falhas, os últimos detalhes e aproveitam a oportunidade para melhorarem e chegarem à melhor forma.

Olimpíadas Rio 2016

Enquanto isso, nós aproveitamos para relembrar um pouquinho alguns dos melhores momentos vividos em todas as Olimpíadas disputadas até hoje. Durante o período dos jogos, em suas diversas edições, muitas cenas se tornaram marcantes: inusitados minutos de felicidade, tristeza e superação. E são algumas delas que vamos rever agora!

Nadia Comaneci (Montreal, 1976)

A ginasta romena participou de seis finais na modalidade, sendo a primeira a conseguir o dez perfeito nos Jogos Olímpicos, nas barras assimétricas. Com apenas 14 anos, a atleta conquistou sete notas perfeitas.

Nadia Comaneci - Ginasta

Mascote Olímpica (Moscou, 1980)

Ele entrou para a história há 32 anos, quando “chorou” na Cerimônia de Encerramento das Olimpíadas de 1980. O simpático ursinho, o mais bonito mascote de uma Olimpíada, virou febre em todo o mundo durante e depois dos jogos.

Misha - Mascote Olímpica Moscou 1980

Gabrielle Andersen-Scheiss (Los Angeles, 1984)

A suíça protagonizou uma das cenas mais fortes das maratonas de todos os tempos, quando deu a última volta no Estádio se arrastando devido às cãibras e dores, a poucos metros de uma chegada triunfal.

Gabrielle Andersen-Scheiss - Los Angeles 1984

Medalha no Vôlei (Barcelona, 1992)

O primeiro ouro de um esporte coletivo do Brasil veio em 1992 com o vôlei masculino. A seleção fez uma campanha impecável e certamente a vitória foi um marco para os apaixonados por esportes.

Seleção Masculina Vôlei - Barcelona 1992

Vanderlei Cordeiro (Atenas, 2004)

A imagem do maratonista, que liderava a prova em 2004, sendo atrapalhado por um manifestante na reta final da competição revoltou muita gente. O atleta brasileiro ainda conseguiu voltar à prova, mas acabou terminando em 3º lugar.

Vanderlei Cordeiro de Lima

Michael Phelps (Pequim, 2008)

O que falar de Michael Phelps nas Olimpíadas de 2008? Aos 23 anos ele bateu recorde ao conquistar oito medalhas de ouro dentro das piscinas e se tornou o maior atleta olímpico da história.

Michael Phelps - Pequim 2008

Usain Bolt (Pequim, 2008 e Londres, 2012)

Apelidado de “lightening bolt” (relâmpago), o atleta jamaicano Usain Bolt se tornou campeão olímpico e mundial, sendo recordista mundial dos 100 e 200 metros rasos, além do revezamento 4 x 100 m como integrante da equipe da Jamaica. Em 2012, repetiu suas vitórias em Londres.

Usain Bolt Londres 2012

E aí, emocionante, não? Então não perca a oportunidade de viver os momentos mais marcantes desta Olimpíada, que além de proporcionar as mais fortes emoções, te dá a chance de conhecer cada cantinho do Rio de Janeiro.

Últimas Posts

The following two tabs change content below.

Ana Luiza Petrocchi

Brasileira, nascida em Belo Horizonte, morando atualmente em Cancún, México. Adoro viajar, conhecer pessoas, suas origens e culturas, absorver e compartilhar experiências vividas. Trabalho na empresa BestDay como Web Content Developer.

Últimas Posts Ana Luiza Petrocchi (Ver todos)

Brasil, Rio de Janeiro

, ,